5 curiosidades sobre a Bisnaguinha Seven Boys

O pão é um dos alimentos mais antigos consumidos pela humanidade. São considerados excelentes aliados da vida moderna pela praticidade que proporcionam no dia a dia. Dados da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) confirmam esse cenário, uma vez que a categoria tem 76% de penetração no mercado nacional.

A Seven Boys, reconhecida marca com 68 anos de atuação no País, apresenta 5 curiosidades sobre o processo de produção da bisnaguinha, tradicional pãozinho do portfólio da fabricante que acompanha diversas gerações de brasileiros. Confira!

  1. Preparo – O primeiro passo é a mistura de todos os ingredientes que compõem a massa do pão, farinha de trigo, açúcar, óleo de soja, sal, ovo e soro de leite. Depois, as bolhas que formaram na massa durante esse processo são retiradas em um maquinário específico, que possibilita uma textura lisinha e fininha. Essa etapa é repetida algumas vezes para garantir que a massa fique como um “tapete”.
  2. Corte – Em seguida, a massa passa por um processo de corte automático. Esse formato determinará o tamanho da bisnaguinha ao final da produção.
  3. Descanso – Os pedacinhos da massa ficam fermentando com tempo e temperatura controlados. Esse procedimento é responsável por ativar o crescimento da bisnaguinha. Após esse período, ela sai no formato do pãozinho que conhecemos, mas ainda crua.
  4. Forno – Na sequência, a massa é levada ao forno. Durante esse processo acontece o chamado “salto”, momento em que o pãozinho fica mais encorpado. A partir daí, inicia o processo de assamento proporcionando sua coloração característica, sendo mais corada na parte de cima e branquinha na parte de baixo.
  5. Tudo pronto! – Um equipamento retira automaticamente as bisnaguinhas da forma. Na sequência, os produtos são resfriados, pesados e embalados. Depois, são separados e levados para o ponto de venda.
Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.