Centenário de Mandela recebe selo comemorativo

Centenário de Mandela recebe selo comemorativo

A Embaixada da África do Sul em parceria com os Correios e o Governo de Brasília lançaram um selo comemorativo ao centenário do nascimento de Nelson Mandela. A data é muito significativa, pois nela também é comemorado o 70 º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (adotado pela ONU em 10 de dezembro de 1948).

O evento ocorreu no Salão Branco do Palácio do Buriti e contou com a participação do embaixador sul-africano, Ntshikiwane Joseph Mashimbye, e a embaixatriz, Nolukhanyo. Representando o Governo de Brasília estavam o então governador Rodrigo Rollemberg e a primeira-dama, Márcia Rollemberg. O Presidente dos Correios, General Juarez Cunha, também esteve na solenidade para representar a instituição e apresentar o selo.

Mandela ficou preso por 25 anos após ser julgado com traidor pelo seu combate em prol das causas humanitárias, como o fim das políticas de segregação racial. Em 1990, finalmente conquistou a liberdade, alcançando em pouco tempo a liderança política da África do Sul alcançando o cargo de primeiro presidente negro em um país onde a maioria da população é negra.

Centenário de Mandela recebe selo comemorativo

Líder político, comprometido pela paz e pelo fim da discriminação, Mandela se tornou um simbolo pela igualdade e combate às injustiças sociais. Sua história hoje é uma referência e inspiração para todos aqueles que acreditam na democracia e na não-violência como solução para a construção de uma sociedade mais justa. Seu nome é frequentemente colocado ao lado de figuras como Mahatma Gandhi e Martin Luther King Jr. evocando força e compaixão na luta contra as desigualdades.

O artista plástico Eduardo Kobra foi o responsável pela criação da ilustração do selo comemorativo. A imagem destaca o rosto do Nobel da Paz com um fundo colorido. O embaixador da África do Sul, Ntshikiwane Joseph Mashimbye, destacou que aquela homenagem tinha a força de resgatar memórias e unir povos. Também ressaltou o papel de Mandela na luta contra tiranias e a opressão através da união das pessoas para construir a mudança.

Centenário de Mandela recebe selo comemorativo

Para a celebração do centenário, os convidados tiveram a oportunidade de saborear dois vinhos sul-africanos que foram trazidos pela embaixada para ocasião. O vinho Klein Kloof da região de Paarl com uvas Sauvifnon Blanc de 2016 e o Cabernet Sauvignon da Nederburg safra de 2016. Além disso, garrafas de Amarula estavam sobre uma mesa com livros e encartes sobre os vinhos sul-africanos.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.