Confira curiosidades sobre os queijos

Xavier Thuret, mestre-queijeiro da Président e detentor do maior título de especialista em queijos na França (MOF – Meilleur Ouvrie de France (Melhor trabalhador da França, na categoria Queijos) traz algumas curiosidades sobre um dos alimentos mais consumidos no mundo: o queijo.

  • Você sabia que o queijo mais consumido no mundo é o cheddar? Já no Brasil, os queijos mais consumidos são a mussarela e o queijo prato;
  • O maior fabricante mundial de queijos não é a França, mas os Estados Unidos. Só o estado de Wisconsin produz mais de 600 tipos do produto, mas o maior consumo é na França;
  • Estima-se que sejam mais de 4.000 tipos de queijo fabricados no mundo todo;
  • O queijo mais demorado de ser feito é o parmesão, que deve passar, no mínimo, seis meses nesse processo de maturação;
  • Os queijos são apresentados em ordem crescente de intensidade de sabor, de acordo com a seguinte escala numérica:

SUAVE: 0 a 4 (mussarela, prato, gouda)

MODERADO: 5 a 7 (gruyère, brie, emmental)

INTENSO: 8 a 12 (provolone, camembert, parmesão)

Confira outras curiosidades sobre esse alimento universal:

  • Dois dos queijos mais consumidos pelos brasileiros são mussarela e queijo prato. De acordo com a beer sommelière da Cervejaria Ambev, Carolina Loureiro, é possível harmonizá-los por semelhança com algumas cervejas igualmente leves. Por isso, as pilsen e as american lager são ótimas pedidas. Alguns rótulos indicados são Brahma, Skol, Original e Serramalte;Livro muda a forma de entender a fermentação
  • Outros queijos bastante consumidos pelos brasileiros, porém um pouco mais refinados, são o brie e o camembert. Suas características fazem com que harmonizem com cervejas mais aromáticas e/ou frutadas, como as cervejas de trigo, por exemplo. A Colorado Appia, Hoegaarden e Brahma Extra Weiss.
  • Os queijos azuis, como a gorgonzola e o roquefort, também fazem parte do gosto dos brasileiros. Por isso, para harmonizar com eles, cervejas que equilibrem seus sabores seriam o ideal. Estilos como IPA e porter, cumpririam esse papel por serem cervejas mais alcoólicas e amargas. As sugestões seriam a Goose IPA, Colorado Demoiselle e Bohemia 838 Pale Ale.
  • Você sabia que o queijo é tão versátil que também é possível harmonizá-lo com café? A barista, Martha Grill do Octavio Café explica que queijos mais salgados como parmesão e provolone, harmonizam melhor com café mais doces como o Microlote Dolce. Já os queijos mais doces como os emmental e maasdam, harmonizam melhor com cafés mais ácidos como Microlote Fruttato;Queijos vivos
  • Você sabia que no Burger King, uma das maiores redes de fast-food, são utilizados quase 18 milhões de quilos de queijo por ano para compor os sanduíches da marca?
  • Para fechar as harmonizações, não poderia faltar a mais clássica: queijo e vinho. Para Manu Bordeaux, sommelier da Wine Hunter, quando comemos o queijo brie com geleia de morango o melhor acompanhante é o espumante Louis Bouillot Rose. O sommelier explica que o espumante tem uma boa acidez, aroma e sabor de frutas vermelhas que harmonizam perfeitamente com a gordura do queijo;
  • Outra harmonização diferente e muito interessante, é a combinação do queijo gorgonzola ou roquefort com o vinho Calyptra Sol Vita Late Harvest. O armargor do gorgonzola harmoniza perfeitamente com o doce desse vinho branco, que possui uma textura mais sedosa e licorosa. É uma combinação imperdível!
Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.