Veja a 10ª coleção de pratos do Spoleto para colecionar

spoleto

Há 15 anos, o Spoleto democratiza a arte, revela novos talentos e difunde o trabalho de artistas brasileiros contemporâneos através de seu projeto cultural. Sucesso que contabiliza mais de 1 milhão de peças distribuídas em todo o país – somente esse ano serão 265 mil! Em novembro, a rede chega à 10ª edição da campanha de pratos, que, assim como a última, foi aberta ao público, que enviou sua obra para votação por meio digital.

Os seis vencedores, entre 23 e 47 anos, são naturais das regiões Sudeste, Sul e Nordeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Pernambuco) e terão seus trabalhos estampados na coleção intitulada Culinária Italiana. O desafio proposto de associar o mundo artístico ao gastronômico foi alcançado.

pratos spoleto

Como defende a campeã, a publicitária e ilustradora paulistana Marina Fontana, de 31 anos: “Usei todas as referências que tenho por vir de uma família tipicamente italiana para compor meu desenho. Estou muito feliz e surpresa com a vitória! ”.

Esse ano, o Spoleto recebeu mais de 500 projetos de designers, artistas plásticos, ilustradores ou profissionais ligados à arte. De interpretações objetivas a versões mais lúdicas, as peças falam sobre a culinária italiana, com traços que prometem impactar diferentes apreciadores.

Como adquirir o prato da coleção

Na compra de uma refeição “Crie do Seu Jeito” (composta por massa italiana tradizionale ou mamma, ravióli, gnocchi, lasagna, salada tradizionale, salada de massa ou risotto) + uma bebida + R$ 5,90, o cliente ganha um prato da coleção. A peça também pode ser adquirida de forma avulsa nos restaurantes, a R$ 29,90. A promoção não é cumulativa e válida até a duração do estoque dos pratos decorados. Vale ressaltar que o risotto só é válido para restaurantes que comercializam tal produto.

Campanha/Investimento

A campanha teve início no dia 21 de novembro e permanecerá enquanto durarem os estoques. O investimento é na ordem R$ 1,5 milhão e o Spoleto estima incremento de 16% nas vendas no período da ação.

A arte e os artistas

Pasta Dream – Marina Fontana, 31 anos, publicitária e ilustradora – natural de São Paulo, onde vive. “Para compor o desenho, usei todas as referências que tenho por vir de uma família tipicamente italiana: os ingredientes usados, o gosto por experimentar novos sabores e a expressão inigualável que todos fazem quando sentem o aroma da comida feita pela minha avó. Juntando isso à proposta passada pelo Spoleto, o resultado não poderia ter sido mais gratificante!”

Rainha dos Temperos – Marina Banker, 23 anos, designer e ilustradora – natural do Rio de Janeiro; moradora de Petrópolis (Região Serrana do Rio). “É uma honra fazer parte da coleção de pratos junto de tantos artistas talentosos. Criar uma ilustração para o concurso foi divertido e desafiador. Procurei transmitir todo o meu carinho pelo tema através de uma linda moça e seu rouxinol, feitos de ingredientes presentes na gastronomia italiana. Foi tudo pensado com muito amor. Espero que esse sentimento alcance o coração de cada um que adquirir o prato”.

Musa Massa – André Mello, 47 anos, ilustrador e artista plástico, natural e morador do Rio de Janeiro. “A famosa obra do genial Da Vinci, a Monalisa, foi o ponto de partida para desenvolver minha arte. O misterioso sorriso da Gioconda deu espaço para uma clara expressão de prazer, ao se deliciar com as saborosas massas italianas”.

Saltarelo – Georgenes Claudino, 39 anos, designer e ilustrador, natural do Cabo de Santo Agostinho (PE); mora no Recife. “A arte foi inspirada nas tradicionais danças italianas. A personagem feminina faz referência à ‘dança do talher’ num apetitoso prato de massa, embalada pela harmonia dos ingredientes. Assim como os instrumentos musicais fazem na música. Foi incrível participar da campanha do Spoleto! É gratificante perceber que a sua arte toca as pessoas e saber que dei um toque de cor na vida de alguém”.

Spoleto Risotto com cogumelos e azeite trufadoMani e Piatti – Lorena Giostri, 27 anos, designer e ilustradora freelancer, natural de Aracruz (ES); mora em Curitiba (PR). “Como o tema do concurso era “a culinária italiana inspira”, minha ilustração remete diretamente às mãos talentosíssimas de chefs e nonnas que amam a comida italiana. E também para todos que transformam simples ingredientes em um prato maravilhoso que marca vidas. Sendo assim, escolhi um layout limpo e de simples entendimento, com ingredientes essenciais na culinária, além de usar curvas suaves e dinâmicas para mostrar todo o cuidado das mãos com os alimentos. As cores escolhidas são fortes e contrastantes, deixando o prato mais alegre sem ser óbvio e combinando com o ar moderno do restante da arte”.

La Famiglia – Anne Cristyne Pereira – 36 anos, designer, natural de Pato Branco (Paraná); moradora de Florianópolis (SC). “Comida italiana me lembra fraternidade, família, fartura e alegria. Como descendente de italianos, massas e molhos sempre estiveram presentes nas refeições de família e a cozinha sempre foi o centro da casa, onde todos se reúnem, seja para preparar a comida para fazer as refeições ou simplesmente para conversar. Na cozinha italiana quem manda é a mulher, a mamma. Minha arte é uma homenagem a esse universo afetivo, no qual as receitas são passadas de mãe para filha”.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.