Stress e Cansaço Mental: dois inimigos do seu dia a dia

Estudo, trabalho, família, objetivos, ambições, desejos e lazer. O que fazer para conciliar todas as nossas vontades e obrigações diárias sem nos sentirmos sufocados? Como realizar nossos objetivos e sermos felizes se, além de termos muitas atividades diárias, a vida urbana nos sobrecarrega de outros desgastes, como trânsitos, poluição, filas etc? Infelizmente, não há solução milagrosa para nos fazer suportar o stress diário da noite para o dia.

Veja ao final desse artigo também dicas de como reduzir o stress e o cansaço mental

Stress e Cansaço Mental: dois inimigos do seu dia a dia

A rotina diária dos brasileiros está diretamente ligada ao trabalho e o trabalho está diretamente ligado à locomoção: ônibus, metrôs, trânsito, tempo perdido e insatisfação: o retorno para casa após um dia de trabalho é sinônimo de dores de cabeça. O stress e o cansaço físico e mental podem levar ao esgotamento mental.

É preciso estar atento ao seu corpo e mente (mesmo que você não tenha tempo ou ânimo para isso), pois com o ritmo desenfreado da vida urbana, é melhor se prevenir que remediar. Não há tempo para doenças!!!

Preparamos uma pequena lista para ajudá-los a conhecer os sintomas que podem levá-lo stress e algumas dicas de como se prevenir:

Perceba o nível do seu cansaço físico: se você descansa mas o cansaço não passa, você pode ter desenvolvido astenia, uma doença geralmente causada por stress e depressões, e que pode deixar o corpo com a eterna sensação de fadiga, de cansaço físico e mental, pois ela reduz a vitalidade física do corpo, ou seja, reduz o desempenho físico do corpo.

Perceba o nível do seu cansaço mental: o desgaste diário pode te levar a perdas maiores do que a falta de vitalidade. Pode te fazer perder tudo aquilo que vem se dedicando para conseguir, como o sucesso profissional, uma vez que, sem disposição física você perde a disposição social (se afasta das pessoas), e perde a disposição intelectual (torna-se menos criativo, menos concentrado).

O cansaço físico e mental pode levar a doenças que reduzem a imunidade do corpo, facilitando o contágio de gripes, viroses e infecções. Para evitá-las é preciso conciliar tarefas e vida saudável, pois além das doenças comuns, o stress leva à depressão e a doenças crônicas.

Regra básica: a mesma de sempre, aquela que sua mãe e avó sempre disseram e que agora todos os sites, blogs, jornais e programas de saúde também falam insistentemente: boa alimentação e exercícios físicos são essenciais.

Alimentos com vitamina C e aspartato de arginina são recomendados, pois atuam no metabolismo celular e na produção de energia do corpo. Eles estão presentes nas frutas, legumes e verduras, como: laranja, limão, abacaxi, avelã, amendoim, trigo, cacau castanha de caju etc.

homem e mulher praticando exercicios, corrida, esportes, vitamina d, sol, Vitamina c, vida saudável

Como reduzir o estresse

O estresse é uma reação natural do corpo a situações que exigem mais atenção ou esforço. Em pequenas doses, o estresse pode até ser benéfico, pois pode nos motivar a realizar tarefas e alcançar metas. No entanto, o estresse crônico pode ter efeitos negativos na saúde física e mental. Alguns sintomas comuns de estresse incluem irritabilidade, dificuldade de concentração, alterações no apetite e sono, dor de cabeça e problemas de saúde mental, como ansiedade e depressão.

Existem muitas maneiras de reduzir o estresse e gerenciá-lo de maneira mais eficaz. Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

Pratique técnicas de relaxamento

Existem várias técnicas de relaxamento que podem ajudar a aliviar o estresse, como respiração profunda, ioga, tai chi, meditação e massagem. Escolha uma técnica que funcione para você e tente praticá-la regularmente.

Faça exercícios físicos:

O exercício físico pode ajudar a reduzir o estresse, pois libera endorfinas, que são hormônios que aumentam o bem-estar. Encontre um exercício que você goste, como caminhar, correr, dançar ou praticar esportes, e tente praticá-lo regularmente.

Adote uma alimentação saudável:

A alimentação pode ter um impacto significativo no seu bem-estar mental e físico. Tente comer uma variedade de alimentos saudáveis, como frutas, verduras, grãos integrais e proteínas magras, e limite o consumo de alimentos processados, açúcares adicionados e bebidas alcoólicas.

Dormir o suficiente:

O sono é importante para a saúde física e mental. Tente dormir pelo menos 7 a 9 horas por noite e crie hábitos de sono saudáveis, como evitar a exposição a ecrãs antes de dormir e manter uma temperatura agradável no quarto. Se você tiver dificuldade para dormir, tente praticar técnicas de relaxamento antes de dormir ou procure ajuda médica se os problemas de sono persistirem.

Converse sobre seus sentimentos:

Compartilhar seus sentimentos e preocupações com outras pessoas pode ajudar a diminuir o estresse. Encontre um amigo de confiança, um membro da família ou um profissional de saúde mental com quem possa conversar sobre seus sentimentos.

 

Gerencie seu tempo de maneira eficaz:

O estresse pode ser causado por ter muitas coisas para fazer e pouco tempo para fazê-las. Tente gerenciar o seu tempo de maneira eficaz, estabelecendo metas realistas e priorizando tarefas importantes. Também pode ser útil aprender a dizer “não” quando preciso para evitar sobrecarregar-se.

Tome um tempo para si mesmo:

É importante ter tempo para si mesmo e relaxar. Tente reservar algum tempo para atividades que você goste, como ler um livro, ouvir música ou praticar atividades ao ar livre. Também pode ser útil aprender a dizer “não” quando preciso para evitar sobrecarregar-se.

Procure ajuda profissional se necessário:

Se você estiver sentindo muito estresse e não conseguir gerenciá-lo por conta própria, pode ser útil procurar ajuda profissional. Um psicólogo ou terapeuta pode ajudá-lo a identificar as causas do seu estresse e lhe fornecer estratégias eficazes para lidar com ele.

Em resumo, o estresse é uma reação natural do corpo a situações que exigem mais atenção ou esforço. Em pequenas doses, o estresse pode até ser benéfico, mas o estresse crônico pode ter efeitos negativos na saúde física e mental.

Existem muitas maneiras de reduzir o estresse e gerenciá-lo de maneira mais eficaz, como praticar técnicas de relaxamento, fazer exercícios físicos, adotar uma alimentação saudável, dormir o suficiente, compartilhar seus sentimentos com outras pessoas, gerenciar o tempo de maneira eficaz e reservar tempo para si mesmo. Se o estresse persistir e afetar significativamente sua vida, procure ajuda profissional.

mulher jovem esporte exercício

Como reduzir o Cansaço Mental

O cansaço mental é um problema comum que pode ser causado por uma variedade de fatores, como falta de sono, estresse, excesso de trabalho e até mesmo alimentação inadequada. Se você estiver sentindo cansaço mental, existem algumas medidas que pode tomar para se sentir mais alerta e energizado. Aqui estão algumas dicas:

Dormir o suficiente:

O sono é fundamental para a saúde física e mental. Tente dormir pelo menos 7 a 9 horas por noite e crie hábitos de sono saudáveis, como evitar a exposição a telas antes de dormir e manter uma temperatura agradável no quarto.

Praticar exercícios físicos:

O exercício físico pode ajudar a aumentar a energia e o bem-estar. Encontre um exercício que você goste, como caminhar, correr, dançar ou praticar esportes, e tente praticá-lo regularmente.

Adotar uma alimentação saudável:

A alimentação pode ter um impacto significativo no seu bem-estar mental e físico. Tente comer uma variedade de alimentos saudáveis, como frutas, verduras, grãos integrais e proteínas magras, e limite o consumo de alimentos processados, açúcares adicionados e bebidas alcoólicas.

Gerenciar o estresse:

O estresse pode levar ao cansaço mental e físico. Tente praticar técnicas de relaxamento, como respiração profunda, ioga, tai chi, meditação ou massagem, para ajudar a diminuir o estresse. Também pode ser útil estabelecer metas realistas e aprender a dizer “não” quando preciso para evitar sobrecarregar-se.

Reservar tempo para atividades que você goste:

É importante ter tempo para si mesmo e relaxar. Tente reservar algum tempo para atividades que você goste, como ler um livro, ouvir música ou praticar atividades ao ar livre.

Pedir ajuda se preciso:

Se o cansaço mental estiver afetando significativamente sua vida, pode ser útil procurar ajuda profissional. Um médico ou terapeuta pode ajudá-lo a identificar as causas do seu cansaço e fornecer estratégias eficazes para lidar com ele. Eles também podem verificar se você está sofrendo de algum problema de saúde subjacente que possa estar contribuindo para o cansaço, como anemia ou distúrbio do sono, e tratá-lo adequadamente.

Deixe um comentário