Alimentos que ajudam a emagrecer

Alimentos que ajudam a emagrecer

A alimentação fast food, industrializada ou rica em açúcares tornou ainda mais difícil encontrar alguém que esteja completamente satisfeito com o próprio corpo. São muitas tentações em alimentos e entretenimento para manter o corpo saudável e com o aspecto que desejamos. Por outro lado, passar fome para conseguir perder peso é coisa do passado, e por isso vamos ver quais são os alimentos que ajudam a emagrecer.

Hoje em dia, os profissionais estão cientes de que nós precisamos de todos os grupos alimentares. O segredo, na verdade, é saber qual a quantidade ideal para cada organismo. Enquanto não se consegue estabelecer essa difícil tarefa, é possível dar uma força ao nosso corpo ingerindo alimentos que ajudam na perda de peso.

Confira agora o que você precisa saber:

Termogênicos

Os termogênicos são bem comuns entre as pessoas que praticam musculação, mas são usados em cápsulas. Existem alimentos que conseguem fazer esse trabalho da mesma forma se consumidos frequentemente e na dose certa. Eles não são nem tão difíceis de achar e estão ao nosso alcance. Veja abaixo os mais comuns:

  • Pimenta vermelha: rica em capsaicina. Essa substância de nome estranho ajuda o organismo a quebrar gordura de forma mais rápida. Ingerindo apenas 3 gr por dia é possível aumentar o metabolismo em até 20%.
  • Chá verde: esse chá ajuda o organismo a utilizar a gordura corporal em fonte e energia primária no lugar do carboidrato. Para obter os seus efeitos são necessárias, pelo menos, 5 xícaras por dia.
  • Canela: aumenta o metabolismo basal.
  • Gengibre: aumenta o metabolismo em até 10%.
  • Chá de hibisco: aumenta a temperatura do corpo durante a digestão, aumentando consequentemente, o metabolismo.
  • Alimentos com ômega 3 (peixes em geral): reduz a retenção de líquidos e aumenta o metabolismo.
  • Água gelada: o corpo precisa gastar energia para voltar a temperatura normal e assim acaba consumindo mais.

Carboidratos complexos

Se você ainda não ouviu falar deles, com certeza, vai ouvir. Eles são, nada mais, do que o carboidrato de todo dia como o pão branco do café da manhã no qual é adicionado fibra. As fibras possuem um papel muito importante na alimentação daqueles que querem perder peso. Elas dão a sensação de saciedade por mais tempo e assim, você não sente fome frequentemente.

A grande sacada de ingerir carboidratos complexos está relacionada com o pico de insulina no organismo. Quando ingerimos carboidratos simples o nível de insulina aumenta muito, formando um pico. O problema disso? Quando há mais açúcar do que o corpo consegue metabolizar, ele se transforma em moléculas de gordura e assim são armazenadas nas células adiposas. Quando consumimos carboidratos complexos o pico de insulina não se forma e assim, o açúcar não é transformado em gordura.

Como incluir esses alimentos na dieta

Mudar a alimentação e passar a consumir as refeições de forma mais saudável pode não ser uma tarefa fácil, mas é possível. Por exemplo, passe a comer alimentos integrais no dia a dia como pão e arroz integral. Tente substituir as sobremesas ou os lanches entre as refeições por frutas. Na hora do almoço, substitua a farinha comum por farelo de aveia e aproveite para colocar alguns fios de azeite na salada. Ela faz parte do grupo das gorduras boas e ajudam a eliminar pare da gordura que fica aderida à parede dos vasos formando placas de ateroma.

Termogenicos e temperos

A ciência por trás dos termogênicos

Termogênicos e perda de peso andam de mãos dadas como alimentos que ajudam a emagrecer. Termogênicos são compostos encontrados em certos alimentos e suplementos que ajudam a aumentar a temperatura interna do corpo, ou termogênese. Esse processo pode fazer com que o corpo queime mais calorias, levando a uma maior perda de peso. Vamos explorarar a ciência por trás da termogênese, descrevendo como os compostos termogênicos funcionam e como eles podem ser benéficos para a perda de peso.

A termogênese é um processo fisiológico que ocorre em organismos vivos que produz calor devido a uma elevação na taxa metabólica. O corpo produz naturalmente algum calor como parte de suas funções normais, como digestão, respiração e contrações musculares; no entanto, certas substâncias podem causar um aumento desse processo natural.

Essas substâncias são chamadas de compostos termogênicos e são encontradas em muitos alimentos e suplementos, como cafeína, capsaicina (encontrada na pimenta malagueta), extrato de chá verde, alcaloides de efedrina (de ervas) e outros.

Quando esses compostos são ingeridos ou absorvidos na corrente sanguínea, eles atuam nos receptores para estimular o sistema nervoso simpático, causando um aumento na frequência cardíaca e na taxa metabólica, o que cria uma elevação na temperatura corporal. Isso faz com que o corpo use mais energia do que normalmente usaria quando em repouso, resultando em maior queima de calorias, o que pode levar à perda de peso.

Além de aumentar o metabolismo por meio da termogênese, muitos desses compostos também demonstraram reduzir o apetite ao atuar em receptores em todo o cérebro envolvidos na regulação da fome. Isso os torna especialmente úteis para quem está tentando perder peso, porque reduzir a ingestão calórica é um dos componentes mais importantes de qualquer plano de dieta bem-sucedido.

Embora alimentos e suplementos termogênicos possam ser benéficos para quem está tentando perder peso, é importante observar que grandes doses podem resultar em efeitos colaterais negativos, como dores de cabeça, náuseas, desidratação ou até palpitações cardíacas, se ingeridos de maneira inadequada ou sem supervisão médica.

Portanto, é recomendável que as pessoas consultem um médico antes de utilizar qualquer tipo de suplemento que contenha esses ingredientes para fins de perda de peso. Além disso, é essencial que os indivíduos mantenham hábitos alimentares saudáveis combinados com exercícios regulares, pois esses dois componentes juntos fornecem os melhores resultados quando se busca perder o excesso de peso ao longo do tempo, sem sacrificar a saúde ou o bem-estar geral.

Entender como os compostos termogênicos funcionam dentro de nossos corpos pode nos ajudar a entender melhor por que eles são tão frequentemente usados ao lado de outros métodos dietéticos ao tentar atingir metas de perda de peso sustentável a longo prazo.

Tal como acontece com qualquer tipo de suplementação, lembre-se sempre de que a moderação é fundamental e que consultar o seu médico antes é altamente recomendado, uma vez que as necessidades individuais podem diferir com base no seu estado de saúde atual ou condições subjacentes.

Aprenda como amadurecer as frutas mais rápidoConhecendo alimentos que ajudam a emagrecer

Perder peso é uma tarefa árdua que requer mudanças drásticas na dieta e no estilo de vida. No entanto, a parte mais difícil de perder peso é aderir a essas mudanças na dieta e no estilo de vida.

Felizmente, a ciência revelou uma série de alimentos que podem ajudá-lo a perder peso e mantê-lo para sempre. Esses alimentos fornecem benefícios significativos para a saúde, tornando-os uma parte crucial de qualquer programa de perda de peso bem-sucedido.

Um grupo de alimentos que se destaca como particularmente benéfico para promover a perda de peso são as frutas e vegetais. Frutas e vegetais são extremamente densos em nutrientes, o que significa que fornecem ao corpo vitaminas essenciais, minerais e outros compostos benéficos sem fornecer quantidades excessivas de calorias ou gordura. A

pesquisa mostrou que dietas com maior consumo de frutas e vegetais têm sido associadas a maior perda de peso do que dietas com baixo consumo desses alimentos. Além disso, descobriu-se que comer mais frutas e vegetais reduz o risco de doenças crônicas, como câncer, doenças cardíacas e diabetes, reforçando ainda mais sua importância para a saúde geral.

Outro grupo de alimentos conhecido por ter um efeito positivo na perda de peso são as proteínas magras. As proteínas magras têm baixo teor de gordura saturada, ao mesmo tempo em que fornecem ao corpo aminoácidos vitais necessários para construir massa muscular e queimar gordura.

Estudos descobriram que dietas com mais fontes de proteína magra, como aves, peixes, ovos, feijões, nozes, sementes, laticínios (se tolerados) ou tofu, estão associadas a um melhor controle de peso a longo prazo quando comparadas a dietas com baixo teor de proteína magra fontes de proteína.

Além disso, incorporar mais proteínas magras em sua dieta pode ajudar a aumentar seu metabolismo devido às suas propriedades termogênicas; isso significa que fará com que a temperatura do seu corpo aumente, o que leva a um maior potencial de queima de calorias ao longo do dia.

Os grãos integrais também desempenham um papel importante em ajudar nos esforços de perda de peso. Os produtos integrais são ricos em fibras, o que ajuda a promover a regularidade digestiva e a saciedade; isso significa que os grãos integrais o manterão satisfeito por mais tempo, de modo que é menos provável que você belisque alimentos não saudáveis entre as refeições ou ceda aos desejos ao longo do dia.

Além disso, muitos produtos integrais contêm carboidratos complexos que fornecem energia por um longo período de tempo, em vez de aumentar os níveis de açúcar no sangue, como os carboidratos simples podem fazer; isso pode ajudar a evitar quedas repentinas nos níveis de energia que podem levar a escolhas alimentares pouco saudáveis no final do dia.

Finalmente, a pesquisa indica que o aumento de gorduras saudáveis de fontes vegetais, como abacates ou azeite de oliva extra virgem, pode ser benéfico ao tentar perder peso também – ao contrário da opinião popular!

As gorduras saudáveis ajudam a melhorar a saciedade quando ingeridas antes das refeições ou lanches, para que você não coma demais mais tarde; além disso, eles fornecem compostos anti-inflamatórios que podem reduzir a inflamação em todo o corpo, o que também pode ajudar na redução dos estoques de gordura!

No geral, parece claro que existem vários alimentos cientificamente comprovados que podemos incorporar em nossas dietas se estivermos procurando maneiras mais saudáveis de perder alguns quilos extras ao longo do tempo: frutas e vegetais por sua densidade de nutrientes; proteínas magras para manter a massa muscular adequada enquanto queima gordura e aumenta o metabolismo naturalmente; grãos integrais por seu conteúdo de fibras e carboidratos complexos. Por último, mas não menos importante, gorduras saudáveis de fontes vegetais para saciedade!

Incorporar algumas ou todas essas opções no plano alimentar diário pode ser uma rota eficaz ao embarcar em uma jornada saudável para alcançar os objetivos de saúde desejados – incluindo composição corporal ideal e perda de peso natural!

3 comentários em “Alimentos que ajudam a emagrecer”

Deixe um comentário