Vinhos Almadén ganham novos rótulos

Taça de vinho

Fundada em 1852, a linha Almadén é considerada a vinícola mais antiga da Califórnia. São oito gerações de produtores que elaboram – com muito talento e expertise – vinhos e espumantes desde 1973, no Brasil. O trabalho de reposicionamento da linha buscou a revisão de todo o portfólio da marca, criando dois grandes grupos: Almadén Vinhos e Almadén Espumantes.

Vinhos Almadén ganham novos rótulosDentro do grupo Almadén Vinhos foram criadas três categorias:

• Almadén Varietais (linha com dez varietais secos)
• Almadén Vintage (um tinto e um branco meio secos)
• Almadén Suave (um tinto, um branco e um rosé)

Já no grupo Almadén Espumantes, foram desenvolvidos três produtos, agora, em garrafas de 750 ml:

• Almadén Brut
• Almadén Demi Sec
• Almadén Brut Rosé

O trabalho de renovação visual respeitou o legado de uma marca centenária e internacional, com 45 anos de história no mercado brasileiro, foi norteado pela busca da percepção de maior valor agregado.

“Buscamos manter o conceito descomplicado da marca nesta nova Linha Almadén, produzindo uma ampla gama de varietais com evidentes ganhos de qualidade na produção em escala”, celebra Adriano Miolo, superintendente do grupo Miolo.

Buscamos manter o conceito descomplicado da marca nesta nova Linha Almadén.Adriano Miolo, superintendente do grupo Miolo

A linha Almadén de varietais secos é constituída pelas castas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Tannat, Pinotage e Shiraz entre os tintos. E Riesling, Chardonnay, Sauvignon Blanc e Gewurztraminer nos brancos.

O Almadén Vintage meio seco é constituído pelo tinto Cabernet/Shiraz e o branco Chenin/Muscat. Já a linha Almadén Suave é composta pelo tinto Cabernet (Sauvignon/Franc), pelo branco Ugni Blanc e Rosé Cabernet (Sauvignon/Franc).

Sobre a Almadén

A Almadén integra o Grupo Miolo, marca que possui projetos em 4 regiões do Brasil com vinhedos próprios. Os vinhos Almadén são elaborados em Santana do Livramento, Campanha Central (RS), nos 450 hectares da marca. Os outros projetos da Miolo são desenvolvidos em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos – Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional – Vinícola Seival (200 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco – Vinícola Terranova (200 hectares).

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.