Vinícola Garibaldi convida para um jantar especial

Ao completar 90 anos, a Cooperativa Vinícola Garibaldi convida o Brasil inteiro para comemorar degustando um jantar especial. No cardápio, um menu com entrada, prato principal e sobremesa, harmonizados com aqueles que são os protagonistas dessa história já quase centenária: os premiados rótulos elaborados com amor e tecnologia neste local que é referência nacional quando o assunto são espumantes e vinhos.

A Cooperativa Vinícola Garibaldi surgiu em 1931, dentro do cenário de desenvolvimento da cultura do vinho na Serra Gaúcha, através do sonho e esforço de agricultores locais. Hoje conta com 420 famílias associadas a vinhedos que cobrem 1,1 hectare em 15 municípios. Todo ano, a cooperativa colhe uma produção superior a 20 milhões de quilos de uva, resultado do trabalho de toda essa gente e também dos constantes investimentos que a cooperativa tem feito nos últimos anos, principalmente a partir dos anos 2000.

A Cooperativa Vinícola Garibaldi ganhou tecnologia produtiva e capacidade de armazenagem. No campo, estudos estratégicos promovem o crescimento sustentável, com produção controlada. No enoturismo, as experiências oferecidas trazem cada vez mais visitantes a seu Complexo Enoturístico, inaugurado no final de 1994 e um dos grandes marcos de sua história.

Para saber mais, assista ao vídeo institucional da Cooperativa Vinícola Garibaldi.

Confira sugestão de entrada, prato principal e sobremesa elaborados pelo Chef Gerson Bem

 

Entrada

O Chefe Gérson Bem traz uma receita de entrada leve: Mix de Folhas, combinando o verde de saladas tradicionais com a refrescância de frutas tropicais na composição.

Os ingredientes são:

  • 1 maço de rúcula
  • 1 alface americana
  • 1 radicci
  • 100 gr de camarão
  • 1 manga
  • 6 unidades de morango

Modo de preparo: O preparo é bem simples, basta lavar bem as folhas e rasgar as maiores com mão mesmo. As frutas vão picadas, em cubos, junto com o camarão, no bafo ou cozidos com água e sal. O tempero é a gosto: sal e um pouco de suco de limão são boas opções.

Para beber: A dica é apreciar a entrada com um lançamento: o vinho Garibaldi Pinot Noir Rosé. De coloração rosa delicado, o vinho apresenta aspecto límpido e brilhante e tem boa intensidade aromática, com notas de morango, framboesa e cereja, além de um sutil toque floral. Em boca, é macio com bom frescor e retrogosto intenso. Para extrair o máximo potencial desse vinho, a bebida deve ser servida numa temperatura entre 4°C e 6°C e sua harmonização é indicada para entradas, canapés, saladas, peixes, frutos do mar e cozinha oriental.

Principal

Vinhos combinam super bem com gastronomia – seja na taça, acompanhando os pratos, ou como item de preparo das receitas! Nessa sugestão do chefe Gérson Bem, o vinho é personagem principal do molho que acompanha um medalhão de Filé Mignon. A carne é servida ao lado de um Spaguetti ao Pesto, numa combinação perfeita de sabores e texturas. Veja o que você vai precisar:

Para o medalhão com molho de vinho:

  • 1 medalhão de Filé Mignon
  • 250ml de vinho tinto seco
  • 2 ramos de tomilho
  • 1 folha de louro
  • 30gr de amido de milho
  • Sal a gosto

Modo de preparo do molho: Coloque o vinho numa panela, leve ao fogo e deixe evaporar. Coloque o tomilho e o louro. Dissolva o amido em um pouco de água. Incorpore ao vinho deixe ferver por 3 minutos. Acerte o sal.

Modo de preparo do filé: basta temperar com sal e grelhar no ponto de sua preferência. Depois, é só cobrir com o molho.

Para o Spaguetti ao Pesto:

  • 200gr Spaguetti Grano Duro
  • 100ml de azeite de oliva
  • 20gr de manjericão
  • 30gr de nozes
  • 30gr de queijo parmesão

Modo de preparo: Primeiro, cozinhe o spaguetti. No liquidificador, coloque os ingredientes do molho e bata tudo junto. Assim que a massa estiver ao dente, escorra, incorpore o molho e sirva.

Para beber:a dica é seguir na família dos tintos. Veja três sugestões de rótulos:

Vinho Garibaldi Cabernet Sauvignon Reserva: de coloração vermelho rubi, tem aromas de frutas vermelhas, com notas de mirtilo, framboesa e um toque de especiarias. Elaborado no método tradicional de vinificação e maturado em barricas de carvalho por 8 meses e perfeita harmonização com carnes vermelhas, massas e risotos com molhos estruturados.

Vinho Garibaldi Merlot Reserva: de coloração vermelho rubi intenso, tem aromas com notas de frutas vermelhas, manteiga e um toque de chocolate. Também produzido em método tradicional de vinificação, porém com 6 meses de maturação em barricas de carvalho francês. Harmoniza com carnes vermelhas e carnes de caça.

Vinho Garibaldi Reserva – Edição especial 90 anos: elaborado para comemorar o aniversário da Cooperativa Vinícola Garibaldi, combina as variedades Tannat, Merlot, Ancelota e Marselan. Produzido a partir de colheita manual, traz em sua composição a seleção de cachos especiais do vinhedo. De coloração vermelho rubi intensa e profunda, tem aromas complexos com notas de frutas negras maduras, café, tostado e leve mentolado. Também é excelente combinação com carnes vermelhas, carnes de caça, queijos duros, massas e risotos com molhos estruturados.

Sobremesa

Presenteie o paladar com uma sobremesa caprichada: na Serra gaúcha, o sagu é um prato carregado de valor cultural e muitas vezes sentimental, que pode receber variações que tornam sua degustação uma experiência totalmente nova. A dica do chefe Gérson Bem é o Sagu de Prosseco com Framboesa, uma releitura do clássico. Veja os ingredientes:

  • 1 garrafa de prosseco
  • 100gr de sagu
  • 100gr de framboesa
  • 50gr de açúcar

Modo de preparo

Coloque o espumante em uma panela, deixe ferver e evaporar um pouco do álcool. Logo após, acrescente o açúcar e o sagu. Quando o sagu estiver quase pronto, acrescente as amoras e termine o cozimento do sagu. Desligue, deixe amornar e sirva na sequência.

Para beber:Para a harmonização, a dica é repetir a degustação do vinho Garibaldi Pinot Noir Rosé.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.