Volta às aulas: dicas para a rotina alimentar dos pequenos após as férias

Com as férias escolares acabando, é hora de voltar para a rotina, tanto escolar quanto alimentar. É comum – e completamente aceitável – que, durante esse período, as crianças saiam um pouco da rotina e comam mais pizza, lanches, doces e guloseimas, por exemplo. Mas, com o retorno das aulas, é hora de voltar à rotina, com os horários, tarefas e, claro, uma alimentação equilibrada, para garantir toda a energia necessária.

Pensando nisso, a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, pontua que o primeiro passo é planejar as compras. É recomendável fazer uma lista das preparações para almoço, jantar e também opções que os pais desejam que a criança coma no café da manhã e nos lanches. Isso irá facilitar a escolha adequada dos itens, evitando que falte ou sobre alimento.

“Nessa retomada, é importante deixar de comprar alimentos que algumas crianças acabam comendo muito, como as guloseimas que estavam liberadas no período de férias. Outra recomendação é a família toda se alimentar bem, pois a criança costuma responder positivamente aos estímulos e exemplos”, pontua Renata.

Ela também recomenda incluir a criança na hora de escolher, comprar e preparar os alimentos, além de investir em brincadeiras durante as etapas e montar as refeições de um jeito diferente, colorido e divertido. Esses hábitos tornam o processo alimentar mais agradável, atrativo e encoraja os pequenos a comerem melhor e experimentarem novos sabores.

Boas opções na hora da compra são frutas como pera belga, laranja bahia, açaí e pitaya. Elas são boas fontes de fibras e antioxidantes, elementos fundamentais para a prevenção de doenças crônicas, do envelhecimento precoce de células e de doenças intestinais. A pera, em particular, possui uma boa quantidade de vitaminas A e E (que têm ação antioxidante) e também fornece fibras que vão ajudar na saúde intestinal e na saciedade. Já a laranja bahia possui uma grande quantidade de vitamina C, antioxidante relacionado à defesa do corpo, muito importante, em especial, para as crianças, que podem ter a imunidade mais sensível.

O açaí, além de possuir uma quantidade bem grande de compostos antioxidantes, fornece cálcio e fósforo, nutrientes essenciais para a saúde óssea. E a pitaya é muito rica em fibras, além de ser fonte de flavonóides com ação antiinflamatória, que também ajudam na prevenção do desenvolvimento de doenças crônicas.

Para a lancheira da criançada, a nutricionista recomenda que ela seja dividida em três partes: uma preparação salgada, como um sanduíche de pão integral com queijo, ovos mexidos, milho ou muffin salgado com legumes, por exemplo; uma opção de fruta, variando as opções ao longo da semana; e uma bebida – sendo a conhecida garrafinha de água a melhor escolha. “Acima de tudo, é muito importante que a criança não seja forçada a comer ou mesmo chantageada, como quando oferecemos algo em troca dela comer o que queremos. E o principal: ter paciência e constância, pois novos hábitos sempre podem ser formados”, finaliza.

Sobre o Oba Hortifrui

A rede é referência em qualidade e variedade de produtos, e oferece diariamente um atendimento mais próximo, que prioriza o relacionamento com o cliente, garantindo o equilíbrio perfeito entre sabor e saúde para a vida das pessoas. Acredita que reunir a família e os amigos ao redor da mesa é um momento gostoso e saudável. Referência em saudabilidade e prazer em comer bem, O Oba é fonte para quem deseja manter uma boa alimentação.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.