Publicação traz saborosas receitas sem leite

Bolo

Há alguns anos, Sabrina Sedlmayer, pesquisadora e educadora na área de literatura, teve de aprender a lidar com severas restrições alimentares. Mãe de um garoto alérgico a qualquer proteína do leite e não só à lactose, como é mais comum, resolveu mergulhar de cabeça na memória culinária do Brasil e de outras culturas, e pesquisar receitas isentas de leite e seus derivados. Agora, munida de considerável bagagem, partilha suas descobertas em 100 receitas sem leite e derivados, temática inédita no mercado bibliográfico, publicado pela Editora Gutenberg.

100 Receitas Sem Leite e Derivados

Há uma crença na cultura gastronômica ocidental de que comida sem leite e sem manteiga não é saborosa. Este livro prova, justamente, que essa tese não se sustenta. Ao oferecer cem receitas elaboradas sem nenhum traço de leite, a autora convida o leitor a abandonar os velhos costumes e usufruir de uma grande e vital variedade de pratos deliciosos que trafegam entre modos de preparo de antigamente, como também perambulam por culturas diversas, como a mediterrânea, a sírio-libanesa, a germânica, a japonesa, a portuguesa, entre outras.

As opções de receitas vão do café da manhã, passam por lanches rápidos até sugestões para ocasiões especiais, como festas de aniversário. Os leitores encontrarão no livro receitas de saborosos bolos, muffins, pães e biscoitos, além de comidinhas leves, como sopas variadas, molhos, bolinhos e saladas, bem como de pratos mais substanciosos, como massas, carnes, peixes e frutos do mar, entre outros. Tudo isso sem leite e sem nenhum de seus derivados, como manteiga, margarina, creme de leite, queijos, requeijões, coalhada, leite condensado, iogurtes e até achocolatados.

Baby cake, Gazpacho, Bacalhau à brás e Cocada são algumas receitas do livro.

Além das deliciosas receitas, a autora também inclui, logo no início da obra, dicas e recados para quem sofre de alergia ou intolerância ao leite. O livro é importante também por tratar de um tema inédito no mercado editorial e por demonstrar que nos casos de intolerância à lactose ou de alergia a todas as proteínas do leite, não devemos nos esquecer da alegria que é o fato comer bem, ao redor de uma mesa. Por isso, mesmo nos casos de privação deste alimento, seja por problemas de saúde ou por opção pessoal, o sabor do prato deve ser preservado. E é isso que a autora nos oferece: receitas sem quaisquer “adaptações”, pratos que já existem, que se sustentam com a utilização de outros ingredientes como azeite, água, suco de frutas, óleos.

Esta obra alerta os leitores para a importância de uma vigilância constante em relação ao que se consome e produtos elaborados no aconchego do lar, sem risco de contaminações. Lutar, politicamente, para que os produtos industrializados brasileiros tragam, com maior clareza, a descrição dos seus ingredientes é fundamental para que, em um futuro próximo, as embalagens surjam com letras mais legíveis e com informações mais precisas, algo objetivo e simples como “CONTÉM LEITE”.

Sem comentários

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.